UPE tem dois projetos de inovação tecnológica aprovados em edital da Facepe

 

Duas propostas de docentes da Universidade de Pernambuco (UPE) foram aprovadas no edital Pesquisador na Empresa de Pernambuco (PEPE) da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe), que divulgou nesta quinta-feira (25) os cinco projetos que serão contratados, no valor total de R$ 824,4 mil. A comissão julgadora levou em consideração as contribuições de pesquisadores em parceria com empresas privadas no estado para desenvolvimento tecnológico e inovação. Das propostas vencedoras da UPE, uma tem base no Recife e a outra em Caruaru.

Professor da Escola Politécnica de Pernambuco (Poli/UPE) do curso de graduação em Engenharia da Computação e coordenador do Programa de Pós-graduação em Engenharia da Computação, Bruno José Torres Fernandes desenvolveu com a empresa Avanti Tecnologia e Engenharia S/A um sistema automatizado de monitoramento de vigilância que usa algoritmos de Inteligência Artificial. 

Batizado de Plataforma Inteligente para Segurança Automatizada (Pisa), o projeto de pesquisa é uma solução inovadora no setor de segurança, identificando de forma autônoma desde invasões de propriedade a detecções de movimento complexas como de violência, uso de armas e outros comportamentos associados ao crime. O projeto receberá da Facepe R$ 197,7 mil para seu desenvolvimento.

Já Wylliams Santos, professor do curso de Sistemas de Informação em Caruaru e também do Programa de Pós-graduação em Engenharia da Computação, que funciona nos Campi Benfica e Caruaru, está à frente do projeto em parceria com a empresa Comeia Labs, que receberá R$ 146,8 mil da Facepe. A proposta aprovada no edital é o desenvolvimento de uma plataforma de conexão entre confeccionistas e fornecedores de insumos e prestadores de serviços da cadeia têxtil do Polo de Confecções do Agreste.

O projeto de cooperação técnica e intercâmbio científico e tecnológico é um produto do React Labs, laboratório de pesquisa do Instituto de Inovação Tecnológica (IIT) da Universidade de Pernambuco. Coordenado por Wylliams Santos, permite que alunos de graduação, mestrado e doutorado realizem pesquisas aplicadas com foco em problemas reais.

O pró-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação, Sergio Campello, considerou a aprovação dos dois projetos da UPE no edital da Facepe como um indicativo de novas parcerias que surgirão. “A cooperação técnico-científica é excelente para os nossos mestrados e doutorados. Representa mais uma grande oportunidade de inovação tecnológica com foco no desenvolvimento produtivo na nossa região”, afirmou. A Facepe é vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco.

Governo de Pernambuco e UPE estão firmando parceria para valorizar a engenharia pública e fomentar a construção civil

Responsável por aproximadamente 10% do Produto Interno Bruto do Brasil e presente em pelo menos 50% dos investimentos realizados em Pernambuco nos últimos 10 anos, o setor da construção civil terá atenção extra do Governo do Estado. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sdec) e a Universidade de Pernambuco (UPE) estão firmando parceria para valorizar a engenharia pública. A ideia é qualificar gratuitamente engenheiros do setor público nos municípios, promovendo um movimento interno de resgate do protagonismo do setor na geração de riquezas, na criação de empregos formais e no desenvolvimento socioeconômico das cidades.

O reitor da UPE, Pedro Falcão, foi recebido pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, nesta quinta-feira (25), para tratar da formalização do curso de especialização a ser ofertado para esses profissionais em todo o Estado. A secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, e o presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, também participaram do encontro.

O secretário Geraldo Julio reforçou o entendimento da importância do setor como agente transformador de realidades sociais e econômicas nas cidades. “A gente que já rodou o Estado percebe como as obras estruturadoras são relevantes na geração de empregos e no que provocam de reflexo, inclusive mobilizando o empreendedorismo no comércio e nos serviços para atender esse novo consumidor. Toda a cidade ganha e a gente entende que é preciso esse impulso no setor para alavancar o desenvolvimento. É uma parceria forte, que terá efeitos bastante positivos, principalmente de médio e longo prazos”, destacou o secretário.

De acordo com a apresentação da UPE, o curso “Engenharia Urbana” será uma especialização lato sensu, com duração de um ano (360 horas), coordenado pela Poli/UPE e realizado no modelo híbrido (aulas remotas e atividades presenciais nos polos regionais). O programa contempla disciplinas tanto de áreas técnicas como de formas de gestão e a ação conta com apoio do Sindicato da Indústria da construção civil do Estado de Pernambuco (Sinduscon-PE) e do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE).

“Como reitor, sinto muita alegria de estar cumprindo com a nossa missão, com uma proposta para o Estado de Pernambuco inteiro, de qualificar pessoas nos municípios, principalmente com o problema de obras inacabadas que o Brasil enfrenta. Valorizar o setor passa justamente pela qualificação de pessoas que estão na base dos municípios, para reverter o cenário e evitar que se repitam ações nesse sentido. O secretário Geraldo Julio, com sensibilidade, entendeu que a proposta vai ajudar muito o estado como um todo”, destacou Pedro Falcão.

Texto: Sdec

Secretário de CT&I, Lucas Ramos, reúne profissionais do Procape para discutir melhorias no atendimento à população

Fotos: Ailton Pedroza/Secti

O secretário de Ciência, Tecnologia & Inovação de Pernambuco, Lucas Ramos, reuniu o time de profissionais do Pronto-Socorro Cardiológico de Pernambuco Prof. Luiz Tavares (Procape) nesta quarta-feira (24) para debater melhorias para o atendimento de saúde à população pernambucana. Durante o encontro, os profissionais tiveram a oportunidade de relatar o dia a dia vivido na unidade e discutir diretamente com o secretário as demandas mais urgentes da categoria.

Lucas Ramos apresentou os esforços orçamentários que vêm sendo realizados pela Secretaria de Ciência, Tecnologia & Inovação (Secti), juntamente com o reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Pedro Falcão, e o diretor do Procape, Ricardo Lima, para permitir aumento nos investimentos e avanços na qualidade do ambiente de trabalho da unidade de saúde.

“A UPE é autônoma na forma que utiliza os recursos que são repassados pelo Poder Executivo, mas estamos trabalhando junto com o reitor Pedro Falcão para garantir o desenvolvimento do complexo hospitalar da Universidade. Ainda que não seja possível a realização de concurso público, por força de lei federal, existe a previsão de seleção simplificada para a área de saúde”, finalizou.

“Vocês são guerreiros por estarem enfrentando essa pandemia na linha de frente. Reconhecemos o importante trabalho realizado por todos e estamos aqui para ajudar a melhorar a saúde pública, atendendo os anseios de vocês e visando a qualidade no serviço prestado para a população. Nosso objetivo é trabalhar para atender, da melhor forma, o povo pernambucano”, disse ele.

“Quero parabenizar e agradecer pela disponibilidade em atender nossos chamados. Agradecer a presença constante e a vontade de ajudar e de entender o complexo hospitalar da UPE em todo o estado. Obrigada por ajudar a Saúde e a Educação”, celebrou o reitor Pedro Falcão.

O diretor do Procape, Ricardo Lima, também agradeceu a presença do secretário. “Desde o início da sua gestão, Lucas Ramos tem estado próximo da nossa unidade de saúde, tratando de todas as demandas diretamente e buscando viabilizar as melhorias que o Procape precisa", reforçou.

Campus Arcoverde da UPE abre inscrições para IV Congresso Pernambucano de Ciências Jurídicas

Estão abertas as inscrições para o IV Congresso Pernambucano de Ciências Jurídicas, promovido pelo Campus Arcoverde da Universidade de Pernambuco (UPE).

Esta edição, que acontecerá entre os dias 14 e 17 de junho, terá formato especial. As conferências, os minicursos e a submissão de trabalhos serão todos realizados remotamente pela Plataforma Even3.

A programação de conferencistas e mesas-redondas ainda está sendo construída. Em todas as suas edições, o CPCJ tem como abordagem principal a Interdisciplinaridade e Questões Contemporâneas no Direito.

A comissão organizadora do CPCJ, representada pelo docente Fernando da Silva Cardoso, destaca que o objetivo do congresso é promover um diálogo transdisciplinar com outras áreas do conhecimento, além de produzir uma bibliografia científica relevante.

O prazo para a submissão de artigos científicos vai até o dia 24 de maio de 2021. Mais informações no perfil do evento no Instagram (@cpcj.upe) e também no site https://www.even3.com.br/ivcpcj/.

UPE lamenta morte de Zeudo Vidal, referência nacional em periodontia

A comunidade acadêmica da Universidade de Pernambuco (UPE) externa seu mais profundo pesar em virtude da morte do professor Zeudo Cláudio da Costa Vidal, aos 83 anos, ocorrida na tarde de noite-feira (23).

Considerado um dos primeiros periodontistas de Pernambuco, Zeudo Vidal iniciou seus estudos nesta área na primeira metade da década de 1960. Foi um dos pioneiros no Brasil a defender a influência da placa bacteriana na etiologia da doença gengival.

Como docente da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Zeudo contribuiu na formação acadêmica de várias gerações de profissionais dedicados à saúde bucal.

Natural de Caruaru, ele foi ex-presidente do Conselho Regional de Odontologia (CRO-PE) entre os anos de 1991 e 1995.

Decano da odontologia em Pernambuco, Zeudo Vidal recebeu várias homenagens ao longo da sua carreira profissional, contribuindo na difusão do cooperativismo de crédito e também como membro ativo da maçonaria. Seus três filhos também seguiram a carreira de cirurgião-dentista. Um deles, Humberto Vidal, é docente do Campus Arcoverde da Universidade de Pernambuco (UPE).